Fornecedores

Cuidados ao contratar fornecedores

Olá noivinh@s!

Pensei em vários conselhos jurídicos a dar para os pombinhos que iniciaram a jornada de preparação para o casamento, mas pensando e repensando na vastidão de conteúdos jurídicos que eu poderia repassá-los, acredito que as 5 dicas que separei, são essenciais nesse momento. Então pega caneta e papel que vamos começar!

1) A primeira coisa que devemos ter em mente é: quem é este fornecedor? Tenho boas referências dele no mercado?

– pode parecer um quesito um tanto excludente, mas não. Antes de decidir contratar uma certa empresa para trabalhar no seu casamento, busque saber qual a reputação dela no mercado. Isto te auxiliará, e muito, a ter maior tranquilidade tanto no ato da contratação, quanto no pós-contrato. As maiores queixas que costumo ouvir dos consumidores que me procuram para uma consulta ou patrocínio de demandas é que a empresa “atendia superbem antes de contratar, mas depois de assinado o contrato, o fornecedor não dá mais atenção e não responde as mensagens”. Então, uma boa atitude para diminuir essas dores de cabeça, é buscar informações de outros consumidores que contrataram esta mesma empresa. Você pode se surpreender!

2) outra coisa é: Guarde todas as ofertas promocionais que você receber deste fornecedor e todas as que ele veicular!

O código de defesa do consumidor impõe a regra que o fornecedor está vinculado às ofertas que veicular, tendo o consumidor meios para exigir o cumprimento forçado desta promoção. Assim, quaisquer que sejam as ofertas promovidas pelo fornecedor, e se você se encaixa nas regras promocionais, você pode desfrutar delas, de acordo com as informações constantes na referida oferta. Inclusive, toda essa fase pré-contratual, integra o texto futuro do contrato a ser assinado por vocês.

3) Observe devidamente se as informações inseridas no contrato representam a vontade das partes antes de assiná-lo! Não se deixe enganar pelas letrinhas pequenas e nem é demais gastar tempo para lê-las.

A maior parte dos problemas contratuais entre noivos e fornecedores contratados é o desacerto entre vontades QUE NÃO foram inseridas no instrumento contratual. Vejam bem. É necessário que todas as cláusulas contratuais traduzam a intenção dos noivos e a possibilidade dos fornecedores em satisfazê-las, caso contrário, obviamente, haverá descumprimento do contrato pelo fornecedor. O que não é interessante para nenhum dos envolvidos nessa relação, e pior ainda para os noivos que poderão ter péssimas notícias e sustos no seu grande dia. Dessa forma, vejam e revisem o contrato, se for preciso, antes de assinar o documento que vincula vocês. Contratos de casamento, via de regra, não são de adesão. Em quase todas as vezes, são acertos com cláusulas específicas para cada caso.

4) Verifiquem se haverá, e como será a multa em caso de desistência, e o prazo para que isto aconteça.

Com muita frequência, noivos mudam de ideia quanto ao que gostariam de contratar. Isto é prejudicial ao bom desenvolvimento do casamento. Assim, depois de os noivos seguirem as regras anteriores, mais difícil será desistir de algum contrato já firmado, porém, se isto acontecer, observe se a multa contratual estabelecida para contemplar estes casos é justa ou leonina. Em caso de ser leonina, rediscuta junto ao fornecedor para ter reduzido o valor da multa, a fim de que não seja excessivamente prejudicial mas que também indenize o fornecedor pela frustração contratual.

Entretanto, se a desistência se operou pela vontade/culpa do fornecedor, tanto se poderá exigir o cumprimento da cláusula, quanto, a depender do caso, poder-se-á pleitear ressarcimento por perdas e danos, se a situação de fato assim o exigir.

5) por fim, se você seguiu todos esses passos, contratou, e não ocorreu fato que justificasse desistência contratual, CONFIE E CURTA seu momento!

Depois de haver cumprido as etapas prévias do casamento, confie em quem você contratou para o seu grande dia e se delicie nesse período de realização. O checklist te ajudou nesse período e essas dicas também te darão felicidade no curso da preparação do casamento para que você tenha o melhor dia da sua vida sem dor de cabeça.

Seja feliz e transborde alegria. Deixe as preocupações acerca de cada serviço na mão de quem você confiou o preparo, e tenha em mente que o seu maior aliado nessa tarefa de descansar é o contrato, e, um fornecedor em especial: o seu cerimonial/assessoria.

Com carinho lhes escrevo,

Raíssa Carmen.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *