Frustrações de um atraso

Bom dia minhas noivinhas, hoje decidir ter um papo de fotografa com vocês. Um dos principais assuntos que me incomoda, e que acontece com muita frequência.

Parece até que a noiva se atrasar no dia do casamento já é tradição. Por mais que o convite para o evento tenha um horário determinado, muitos convidados já preveem que este não será obedecido, criando um suspense entre os presentes e o próprio noivo sobre que horas, finalmente, a protagonista chegará à cerimônia.

Mas ao contrário do que muitas noivas pensam, isso não é nada elegante e nem educado. As noivas precisam entender que, assim como elas não gostam que se atrasem, elas também não podem se atrasar, nem no dia do casamento. O atraso representa mais do que um desrespeito à igreja, como também aos convidados que chegaram no horário para a cerimônia. Chique mesmo é chegar no horário.

ATRASO NO MAKING-OF

São tantas escolhas e providências que são necessárias a serem tomadas e dedicadas durante os preparativos para o casamento que é comum as noivas não se preocuparem e darem a devida atenção à organização dos horários no dia do casório, principalmente durante a arrumação da noiva. Sim, de todos os potenciais momentos do casamento, o dia da noiva é o campeão em atrasos. Por este motivo começaremos por ele. Já reparei que a maior parte dos checklists não destaca a importância de organizar e ter reunião com os profissionais envolvidos no dia da noiva para tudo correr bem, sem correria e sustos, e dar o devido tempo para ser feito aqueles lindos cliques do making of.

Sou fotógrafa e revelo: Essa é uma das maiores dores de cabeça e imprevistos enfrentados no dia do casamento. E tenho um alerta para fazer…
Muitas noivas que fotografei, escolhem a dedo um local para se arrumar e fazer as fotos no dia do casamento. Muitas vezes realizando um investimento alto para reservar aquele espaço, ter sossego e o ambiente render belas imagens. No entanto, já passei por casos em que não pude fazer nenhuma foto antes da cerimônia por causa de atrasos do(a) maquiador(a) e do(a) cabelereiro(a). Me preocupo bastante com essa questão que chego a entrar em contato com o cerimonial, e até mesmo com a própria noiva, digo o tempo necessário que preciso para fazer as fotos, e com quanto tempo preciso que ela esteja pronta antes do “sim”.
Em quase 70% dos casos eles não liberam a noiva no horário que recomendo. Muitas vezes os profissionais se baseiam no horário de início da cerimônia, o que eu acho um erro, e por mais que a gente avise que precisam liberar a noiva antes para as fotos, eles não conseguem.

Esses atraso viram uma bola de neve, acarretando vários transtornos. Como por exemplo, correr o risco de ficar sem uma foto sequer do making of, vale reforçar que um atraso pode não só causar problemas para o fotógrafo, como também pode causar transtornos ainda maiores com a igreja ou mesmo o(a) juiz(a) de paz.  A maioria trabalha com um tempo limite de tolerância para atrasos, o que pode acarretar em multa financeira ou mesmo no cancelamento da cerimônia

ATRASO DOS CONVIDADOS E PADRINHOS

Esse é um dos motivos principais de atraso! A noiva deve pedir encarecidamente, para padrinhos e madrinhas, que estejam meia hora antes em frente à Igreja. E deixe avisado, que caso se atrasarem, não irão entrar como “todos os padrinhos”, pois muitas vezes a noiva já está pronta em frente à igreja, e vários padrinhos estão atrasados! As pessoas ficaram tão acostumadas ao atraso da noiva, que hoje em dia vejo até muita noiva chegando na hora, querendo logo casar, mas tendo que aguardar mais convidados chegarem para não entrar com a Igreja vazia. Se você é convidada de um casamento, pelo amor de Deus, chegue na hora! O correto é chegar uns 30 minutinhos antes, para entrar com calma, cumprimentar os conhecidos

ATRASO NO PERCURSO

Saiba o caminho do lugar onde vai se arrumar até a igreja ou salão de festas. Imprevistos podem acontecer, por isso é importante ter consciência do trajeto e sair com antecedência para evitar problemas com o trânsito, por exemplo.

OUTROS ATRASOS

Todos na igreja, a cerimonialista dá o “ok” para fazer entrada de todos, inclusive da noiva. Só está faltando o padre, que havia esquecido do casamento e estava em outra igreja fazendo uma missa. Isso é possível? Demais, já presenciei mais de uma vez, rsrsrs.

CABELO E MAQUIAGEM

Comece a se arrumar no horário estabelecido, falamos bastante dos atrasos por parte dos fornecedores e muitas vezes a própria noiva não honra com o horário estabelecido para chegar no local de se arrumar, e depois querem colocar a culpa nos fornecedores. É melhor ficar pronta antes do que se atrasar para a cerimônia. Marque cabelo e maquiagem umas 6 horas antes da cerimônia. Parece muito, mas acredite, passa voando

A dica para evitar esse transtorno e correr o risco de ficar sem uma foto sequer do making of, é fazer um planejamento. Converse com o fotógrafo e saiba direitinho quanto tempo ele precisa para fazer essas fotos. Com esse horário em mente, agende com o(a) maquiador(a) e cabeleireiro(a) o horário que você deve estar pronta, calculando uma margem de segurança de pelo menos 20 minutos. Valendo lembrar que o cronograma deve ser feito em cima de uma pesquisa feito com cada maquiador(a) e cada cabeleireiro(a), já que cada profissional demanda tempo diferente para determinados penteado e isso vária muito de um profissional para outro. Outra recomendação importante é fazer o teste de cabelo e maquiagem antes para calcular o tempo de execução. Assim, você e os profissionais conseguirão se planejar certinho para evitar correria e aborrecimento no grande dia.

Muitas mulheres se arrumam com mais gente para o casamento, como mãe e madrinhas, e esse momento é muito gostoso. Mas é importante saber quantas pessoas vão se arrumar juntas para contratar o número certo de cabeleireiros e maquiadores, se for se arrumar junto com a mãe, as madrinhas ou amigas, tenha certeza de que contratou o número suficiente de cabeleireiros e maquiadores. Um profissional com trabalho acumulado pode não obter um resultado satisfatório por causa da pressa, ou gerar atraso;

CONVIDADOS ATRASADOS

Um dos grandes medos de toda noiva é chegar na igreja antes dos convidados. Para evitar que isso aconteça, tanto a igreja quanto a assessoria têm um truque. “Existem as pessoas que nunca vão respeitar o horário e, por acharem que a noiva vai se atrasar, acabam demorando também, por isso, nós orientamos as noivas a colocarem no convite um horário 15 minutos antes do real, ligue para todos os padrinhos e madrinhas no dia do casamento para lembrá-los do horário e da necessidade de serem pontuais. A cerimônia não pode atrasar por conta de um padrinho.

Quero aqui deixar um presentinho, mini check-list de fotografo com momentos que as noivas mais curtem em um casamento.

Bodas de barro ou papoula

 

O tempo não passa, o tempo corre feito um louco, e no meu caso parece que ele resolveu pegar um avião, aqui estou eu beirando os 10 anos de casada. Meeeu Deeeuss!!! Me recordo de ter casado ontem, parece que nada mudou, mas tudo está de forma diferente, eu até tenho uns quilinhos a mais para provar isso, srsrsr. Hoje nosso assunto é sobre bodas.

A palavra “boda” tem sua origem na palavra latina votum  e significa “promessa”, uma promessa entre os noivos de que continuarão juntos apesar das dificuldades que enfrentarão durante todo o caminho.

Ultimamente, os casais mais jovens têm comemorado mais, a cada ano. Há inclusive quem comemore os meses! Tem gente que chama, por exemplo, o primeiro mês de casamento como bodas de beijinho. Cada um tem a liberdade de comemorar como quiser, não há regras. É claro, o casal deve celebrar a data fazendo de cada boda um momento especial e diferente em suas vidas.

Curiosas para saber qual a sua boda?

Algumas pessoas comentam que celebrar ou comemorar as bodas de um casamento significa renovar os votos, as promessas, o amor… É reviver os momentos mágicos do ‘sim’ dado um ao outro, quando deixaram de ser dois, para ser um só. Eu diria  que a palavra não seria bem essa “reviver”, utilizaria do meu dicionario a palavra ” lembrança”, no meu caso consideraria esse termo mais correto. Eu não sei vocês, mas as sensações são bem distintas, senti tanta coisa junta, como amor, medo, ansiedade, saudade, vergonha, segurança e muitas outras emoções, tudo de uma só vez no momento do “sim”. Coisa que hoje, em uma renovação de votos seria bem diferente. Casar, não é apenas unir-se a pessoa que você ama, e eu sabia disso, haveria novas responsabilidades, e por isso o meu medo, medo de não conseguir cumprir com elas.

Saudades, esse sentimento difícil de explicar, nem havia casado mas já estava comigo. Saudade da minha família, da minha casa, da minha caminha… Eu não ia me mudar para outra cidade, mas só a sensação de saber que não moraria mais com as mesmas pessoas que eu sempre morei desde que eu dei por conta da minha existência, era super estranho. Logo que casei, todos os dias estava eu na minha antiga casa, rsrsr, era de lei, todos os dias ia visitar a minha mãe. Depois de um tempo fui me adaptando ficar em casa.

Vergonha! Gente, vocês não tem noção de como eu sentia vergonha, sério….eu ficava pensando qual seria a reação dele ao acordar e me ver destruída, sem maquiagem e com aquele bafinho de onça, rsrsrs. Mas o amor verdadeiro tudo suporte, tudo supera e tudo espera.

Depois de um tempo todos os meus medos, ansiedade, vergonha foram esvaindo. E restando a confiança, a paciência, o  companheirismo e o amor.

Fotografia: Felipe Guimarães

Nos dias atuais, é muito comum os casais fazerem um ensaio pré-casamento.  Mas, nem sempre foi assim… Muitos casais não tiveram essa oportunidade ou optaram por não fazer. Mas isso não significa que não possam fazer agora, na comemoração das bodas, independentemente de qual seja ela (de 10, 20, 30, 40 anos de casamento…).

Até mesmo quem fez o ensaio pré-casamento, pode fazer um novo ensaio fotográfico, optando por fazê-lo novamente no mesmo local ou num outro lugar que hoje os dois considerem mais especial.

Foi o que nós fizemos, porque adoro lembranças, e a fotografia é uma forma maravilhosa de assegurar esses momentos vividos.

Quem quiser conferir nosso ensaio de bodas de latão ou lã é só clicar no link (7 anos de casada, 7 anos de perfeição).

Meninas, espero que tenham gostado. Até a próxima boda.

Uma história de sorte

 O post de hoje vai para Kamila e Rodrigo, um casal de sorte, e nós do Dois é Par temos ainda mais por compartilhar dessa história linda. E o resultado do sorteio vocês podem acompanhar agorinha, deixa rolar…

 

“Sou uma romântica… Sempre gostei de ler romances, assistir a filmes de romance, ouvir histórias de amor… E sempre gostei de histórias de príncipes e princesas. Sonhava com um príncipe, que iria se apaixonar por mim e eu me transformaria em uma princesa. Bom, o príncipe que procurei foi na aparência (bonito) igual nos romances… Aqueles perfeitos. E logo que conhecia melhor, percebia que não era príncipe nas atitudes! Bom me decepcionei muito. Até que encontrei o Meu príncipe, que não tem nada haver com beleza, mas com atitudes, seu jeito de me amar, de cuidar, de respeitar, de me honrar.
Um príncipe que se preocupa com o próximo, que ajuda a qualquer um, sem pedir nada em troca. Que conquista qualquer criança e tem um sangue doce e ama doce. Nossa história é antiga, começamos a namorar em 2006 e em 2007 terminamos… 10 anos depois em 2017 voltamos, tudo foi planejado por DEUS! De melhores amigos, percebi que Rodrigo era, e é a pessoa que mais AMO no mundo. E não dá pra viver sem… Nosso novo relacionamento não é igual ao do passado… Esquecemos o passado e estamos construindo uma NOVA HISTÓRIA DE AMOR ❤ Casamento marcado e a noivinha mais feliz do mundo! Realizando sonhos… 👰🤴❤💍”

 

Amar e ser amado, isso é o mais importante.

Polly e Pablo | Inspiração da Leitora

Eu não via a hora de contar essa historia pra vocês. Conheci Polly quando ela era uma menininha ainda. E depois de anos retomamos o contato quando nos reencontramos nas redes sociais.

Sempre muito criativa e cheia de ideias, Polly, com toda intensidade e dedicação, organizou com muita antecedência também, o casamento com o grande amor de sua vida, o Pablo. Fiquei super feliz por participar de alguma forma desse momento, preparando o layout de sua papelaria e mais ainda quando ela me perguntou se queríamos publicar esse enlace em nosso blog. Claro que sim!

Pablo e Polly se conheceram pelo Tinder, isso mesmo, um aplicativo de relacionamentos. Ela tinha acabado de se mudar para São Paulo e por sugestão de uma amiga, entrou no aplicativo pra fazer novas amizades e foi assim que conheceu o grande amor de sua vida.

“Combinamos nosso primeiro encontro num determinado lugar, mas por não conhecer São Paulo acabei chegando num lugar diferente e achei que fosse mentira da parte dele, que fosse um perfil fake e pensei: um homem bonito daquele não vai perder tempo nesse aplicativo. Então ele me ligou, dizendo que estava me esperando no lugar combinado. Eu disse: mas estou aqui. Então, ele percebeu que eu tinha ido pra outro lugar e rapidamente pegou um táxi e foi ao meu encontro. Quando de repente ouvi: Polê! (um sotaque diferente). Então foi assim que conheci esse espanhol. Foi um encontro maravilhoso, com muitas risadas, muita coisa em comum e muita coisa diferente que nos completava.

Logo, ele foi até minha cidade natal, Guanambi-BA, conhecer minha família e depois partimos pra Espanha, onde conheci a família dele. Tínhamos certeza de que iríamos ficar juntos, e tempos depois nos pegamos falando sobre casamento e aqui está o resultado de nossa história”

     

Desde o cenário ao buquê, Polly fez questão de seguir uma tendência que está super em alta e que ela é apaixonada, o estilo Rústico Chic com um toque Boho. Esses estilos fazem uma combinação de elementos que dão um resultado maravilhoso. Os Rústico Chic traz o requinte, sofisticação através dos tons amadeirados, bege, ocre, misturando o campestre, selvagem, pratarias e candelabros, enquanto o Boho traz a leveza da renda, do crochê, a tapeçaria, o toque vintage e elementos retrô. Em cada detalhe, Pollyana e Pablo deixaram sua identidade promovendo um ambiente intimista e bem aconchegante, onde todos se sentiram muito bem acolhidos e satisfeitos.

     

• Histórias apaixonantes

• Mistura de tendências

• Móveis antigos

• Combinação de Tapetes

• Buquês descontruídos

• Planeje tudo com antecedência. O dia do casamento já traz muita ansiedade, expectativas e frio na barriga. Quanto mais tempo você tiver pra organizar e verificar os detalhes, mais segurança você vai sentir no dia e as borboletas no estômago serão resultados de muita adrenalina e vontade de chegar ao altar com seu amor.

• Contrate profissionais de responsabilidade. Pesquise, converse, busque muita informação antes de fechar com determinado fornecedor.

Cerimonialista: Priscila Ayres | Decoração: Lamore
Espaço e Buffet: Casa Quintal | Vestido: Danna Morikawa
Buquê: CS Buquês | Cabelo e Make: Casa Luxury
Papelaria: Dany Andrade | Bolo: Soul Sweet
Acessórios Noiva: Alessandra Cazzaro | Look Noivo: Brooksfield
Pianista: Eduardo Berigo | Fotos: Del Valle

Caçadoras de Casamento- Jaqueline e Vitor

Hello meus Amores!! Hoje temos um casamento perfeito as margens do rio São Francisco, tudo muito bem pensado pela noiva que não é da cidade de Petrolina, pois é, os noivos são de São Paulo, acreditem se quiserem, rsrsrs.

O local escolhido foi o Juarez Pier Lounge para celebrar a união dos dois, a noiva nos conta que sempre teve o sonho de casar na praia em um miniwedding, e em uma visita que fez a Petrolina conheceu o local e se encantou. Inicialmente a idéia era fazer o casamento apenas para os familiares, e de amigos teria apenas os padrinhos( a lista inicial era de 32 convidados e depois fechou em 45). A noiva se arrumou no Nobiles Suítes Del Rio acompanhada de sua mãe e irmã, que inclusive foi a sua maquiadora e por sinal ficou um arraso. Ela vestiu um lindo Cropped de renda, e entrou de pés descalços.

História de Amor

“Nós nos conhecemos em um lugar nada convencional ao nosso gosto, nunca achei que um dia eu fosse fazer aula de dança e muito menos que fosse sertanejo, não gosto desse estilo de musica e ele muito menos… na verdade fazer aula de dança era mais uma fuga dos problemas, era uma tentativa de se encontrar, mas na verdade acabamos encontrando um ao outro. O engraçado é que eu não tinha e não tenho coordenação motora e não consigo seguir o ritmo da musica, ele sempre levava um soco, um pisão ou uma cotovelada kkkkk eu mais ria do que aprendia os passos, acho que foi um dos melhores momentos da minha vida, eu nunca me diverti tanto quanto eu me divertia tentando acertar um passo… Já ele era todo cuidadoso, porém nunca acertava um passo, sempre esquecia… bem resumindo era uma tragédia só, as pessoas saiam de perto da gente, acho que com medo kkkkkk.”

“Um dia eu o chamei pra sair pra uma dessas baladas sertanejas de São Paulo e entre um pisão e outro, um soco e uma cotovelada e muitas risadas nos beijamos.”

“Eu digo que o Vitor apareceu em um momento da minha vida que eu mais precisava, ele é meu anjo da guarda, cuida de mim como nunca ninguém cuidou, nos relacionamentos passados eu era mais mãe do que namorada, e com o Vitor é tudo muito diferente.”

“E ele diz o mesmo, que é tudo novo pra ele também, que depois de turbulentos 10 anos de sofrimento hoje ele encontrou a paz.”

Vamos começar a conferir algumas recordações desse dia perfeito e quem fez o registro foi eu mesminha Lenni luz Fotografia, rsrsrs.

Momento Marcante e de agradecimento

“Eu sou paulistana e ele é paraense, mas as suas raízes moram em Petrolina, quando ele me levou pra conhecer Petrolina eu fiquei encantada com a cidade, os passeios turísticos a culinária a feira da Areia Branca, e lógico o famoso Velho chico, um rio lindo cheio de segredos e mistérios, majestoso por seu tamanho e beleza, e foi na beira do rio São Francisco no dia 22/12/2017 que resolvemos selar nossa união, na travessia do Juarez em um por do sol lindo.”

“Foi um momento mágico e único além de ter tido a sensação de que o local foi feito especialmente para gente, nossa assessora Samara Vidal junto com a decoradora Gabriela Corsentino conseguiu deixar o lugar ao nosso estilo, em cada detalhe simples e singelo. O chefe gourmet Gefferson Freire com a sua equipe maravilhosa tirou suspiros de todos os convidados com as comidas típicas da região, sem contar com o carinho e profissionalismo da equipa de fotografia Andreia Lenni…e lógico Dartanham e Jefferson da filmagem que estavam com uma promoção de natal sensacional “contrate o serviço e ganhe dois amigos” (risos). Pessoas maravilhosas que fizeram um trabalho esplendido e ainda conseguiram todos juntos passar muita segurança e tranquilidade para gente, só tenho a agradecer…com certeza vocês e todos presentes nesse dia ficaram para sempre em nossas memórias.”

O noivo é convertido ao Budismo, a cerimônia foi bem diferente do que estamos acostumados a ver, porque no budismo os noivos que celebram o próprio casamento e não o celebrante como de costume em outras religiões. A decoração foi rústica em tons pasteis prevalecendo o rosa e objetos na cor rosé gold gerando bastante serenidade. A mesa dos doces finos tradicionais foi substituída por uma mesa de paletes com doces regionais.

Detalhes que Amamos;

  • Noiva de cropped;
  • Bolo espatulado;
  • Padrinhos de suspensório;
  • Varal de lâmpadas para deixar o clima mais caloroso;
  • Mesa de paletes;
  • Mesas comunitárias para familiares.

Fotografia: Lenni Luz fotografia I Local: Juarez Pier lounge I

Decoração: Gabriela Cosentino I Buffet: Gefferson Freire I Vestido:  Maria Divonete I

Iluminção: Kaio Som I Bolo: Michella Menezes I

Assessoria e Cerimonial: Samara Vidal  I Bem Casados: Giuliana Belchior I

Make: Irmã da noiva I Cabelo: Taise Reis I

Video: 87 Filmes I Buquê e Lapela: Flor e Folha I

 

7 anos de casados , 7 anos de perfeição

Bodas de lã ou latão, a lã representa delicadeza e cumplicidade, muito importantes no matrimonio, já o latão representa a união e o amor incondicional do casal.

Pois é pessoal, este ano comemoro 7 anos de feliz vida conjugal, passa  rápido, muiiito rápido, as vezes não nos damos conta de como estamos envelhecendo e parece que ainda tenho 15 anos quando eu e meu esposo começamos a namorar, na verdade estamos juntos a 12 anos se for para contar com namoro e noivado. O numeral não é tão importante, seja o primeiro , o segundo ou cinquentésimo,  aniversário de casamento é sempre um dia importante para o casal. O aniversário de casamento nos faz lembrar do dia do “SIM”, do friozinho na barriga ao saber que aquela será a pessoa escolhida para ficar conosco para sempre.

Em nenhum momento duvidei ou me arrependi da escolha que fiz, quanto mais o tempo passa a certeza de que ficaremos juntos sempre, a confiança, a amizade, e principalmente o amor só tem aumentado com os anos.

Nunca escondi de ninguém minha paixão por fotografia, então em comemoração, realizamos um ensaio juntando coisas que amamos, que seria, o nosso amor, e, é claro que não poderia faltar ela, a” comida”, rsrsrsrs

Escolhemos esse local porque nos lembra o inicio de nossa história, fazíamos muitos pic-nics quando iniciamos o namoro.

“Me lembro do dia que orei por coisas que tenho hoje” e uma delas é o meu esposo.

Nossa história de amor

É bem engraçado falar sobre esse assunto, nos conhecemos desde a infância, mas nunca reparamos um no outro quando criança, ainda bem, rsrsrs, porque eu era quase um machinho. crescemos e a irmã mais nova dele se tornou uma das minhas melhores amigas, o que acabou nos aproximando um pouco mais porque sempre que nós íamos sair ele acabava nos acompanhando. O tempo passou e fui percebendo um certo interesse da parte dele, achei um pouco estranho pelo fato de ser o irmão da minha melhor amiga, mas como a gente não manda no nosso coração acabei sendo reciproca. Na verdade eu não queria aceitar, e só entendi o que estava acontecendo quando ele fez uma viajem, e percebi que sentia saudades. Com ele foi da mesma forma, entendi isso assim que recebi uma ligação dele quando estava viajando, foi estranho na hora, nunca havia falado com ele por telefone, rsrsrs. Quando ele retornou de viajem foi que tudo aconteceu, foi quando ele disse que queria conversar comigo, eu já sabia o que era, rsrsrs, mas eu fiquei adiando a conversa porque eu não sabia o que responder. Acho que vocês devem estar se perguntando,” como assim Andreia?, como você não sabia o que responder?” kkkkk, pois é gente, eu queria dizer sim, mas estava com medo, sou muito medrosa. Medo da experiência, de meus pais não concordarem, medo do que os pais dele iriam achar e etc.

Não consegui adiar muito, minhas amigas armaram um complô para que ficássemos a sós, foi quando enfim ele fez o pedido. Vocês acreditam que eu não conseguir dizer sim? mas eu também não disse que não. Minha vontade era dizer sim, agarrar ele e tascar-lhe um beijo, kkkkkk, mas isso só aconteceu em meus devaneios. Pedi a ele só um dia para que eu pudesse resolver todas essas questões, quando enfim nos encontramos no dia seguinte eu disse o tão sonhado “SIM”, nunca me senti tão segura depois de ter dito, pensava que continuaria com aquele sentimento de medo, término de relacionamentos são difíceis, não queria passar por essa experiência. Ele me fez sentir segurança, só após ter dito sim que eu pude perder o meu medo porque o conheci de verdade, e então pude viver a felicidade. Sinto me muito feliz com a escolha que fiz e não mudaria por motivo algum.

Resumindo bastante essa foi nossa  história, e como tudo começou.

Casando no exterior!

A história de uma noiva brasileira, nordestina arretada que sigo no Instagram me encantou, e a nosso pedido ela decidiu nos contar sua diferente experiência para vocês noivinhas que encontram dificuldades em fornecedores aqui do Brasil. Eu vou ser bem verdadeira, tive uma experiência parecida como a dessa noiva do post, mas eu nem precisei ir muito longe para isso. Fui cobrir o caçadoras de casamento fora do estado muito animada em mostrar tudo e procurar novidades e me entusiasmava bastante mostrar coisas diferentes para vocês. O local era maravilhoso, mas fiquei desapontada com a qualidade dos fornecedores, não tinha nada montado na mesa do bolo e faltava apenas 10 minutos para o casamento começar, o cerimonial estava sentado enquanto a noiva saia do carro, fora muitas coisas que não irei citar aqui agora, quem sabe em um outro post, né? foi uma experiência maravilhosa porque aprendi e entendi melhor o que é um bom fornecedor, passar por algumas frustrações nos faz entender muitas vezes o sentido de muitas coisas.

Clau Marques, natural de Juazeiro- BA nos conta que nunca imaginava casar em outro país, longe da família e amigos. Mas ela diz que essa foi a surpresa de Deus para sua vida.

Agora vamos conhecer um pouquinho de sua historia:

“Deus já mudou seus planos? Já tirou o controle de suas mãos? Imagine se ele mudar você de país, preparar um noivo, casamento e fazer você viver a mais louca experiência de sua vida. Pois bem, ele fez assim comigo.Meu nome é Clau Marques, uma simples filha de Deus.”

“À princípio, eu iria passar de seis meses a um ano estudando inglês em Toronto no Canadá e tudo mudou. A vida em Toronto não é tão linda como todos veem, então decidi voltar. Ademais, faltavam quatro meses para eu retornar à Juazeiro-Ba e então eu conheci meu esposo. Deus já havia me dito que a vontade dele era que eu não voltasse. Acredito que tudo fez parte do propósito para eu continuar em Toronto.”

“Foi tudo tão rápido que eu não conseguia controlar mais nada. Literalmente tive que fazer uma escolha: esquecer minha faculdade de Jornalismo ou morar em Toronto, construir minha família e viver os propósitos de Deus.”

“Os desafios começam quando você precisa fazer escolhas que comprometem todo o seu futuro. Nós sabemos que não é fácil. Logo se tratando de casamento principalmente. Porém, quando se trata do propósito de Deus, toda perda é ganho. Nada foge do controle do Criador.”

“Em cerca de um ano, eu namorei, noivei e casei. Casei sem a presença de minha mãe e pai. Foi o casamento mais multicultural que já vi. Entrei com o esposo de minha melhor amiga que é iraniano, entre as madrinhas tinham brasileiras, americana, canadense, equatoriana,  angolana, etc. Logo eu que amo nações!”

“Havíamos decidido que faríamos um casamento simples em Toronto e outro mais planejado com todos que amamos aí no Brasil. Logo começamos os preparativos.”

Passo 1: Orçamento.

“Toda noiva conhece esse lindo nome. Caderno na mão e começamos a organizar os gastos do simples casamento no Canadá. Aluguel de apartamento, móveis, vestido de noiva, fotógrafo, recepção para os convidados, etc, etc. Jesus me ajude! Rsrs Eu só dizia isso!”

“Quando eu estava solteira e minhas amigas diziam para eu abrir uma poupança para o meu casamento, simplesmente eu ria achando engraçado. Haaaaaa se eu tivesse levado a sério isso! Rsrs. Casar é um investimento e requer planejamento.”

Outra fator é que aqui não tem tanta variedade para festas como no Brasil.

Diferença do casamento no Brasil e em Toronto no Canadá

“O fato de Toronto ter mais 114 culturas, cada um tenta fazer seu casamento de acordo com sua cultura de origem. Porém, todos precisam ter uma autorização da prefeitura que custa ($140 = R$ 371). É como se fosse o casamento civil tipo no Brasil.”

Em seguida tem o casamento religioso. Alguns escolhem igrejas ou outros locais referentes ao estilo da sua cultura.

“No nosso caso, nós pegamos a autorização e levamos para a igreja que fazemos parte. Ademais, o pastor fez o casamento civil e religioso.”

Gastos da noiva/ noivo/ padrinhos/ daminhas

“Em Toronto não existem lojas que alugam vestidos de noiva. Só roupas para os noivos e padrinhos (ternos). Pois é, se você não comprar um vestido, você não casa. Quando escutei isso bateu logo o desespero, pois eu pensava que os preços eram semelhantes aos vestidos no Brasil. Também não queria gastar muito, já que o casamento tinha que ser simples. Mas, para a minha alegria, aqui em Toronto é muito mais barato. Minha amiga me levou numa loja de noiva e eu disse que só poderia gastar no máximo ($800 = R$ 2,200). Lá tinha vestido do preço que você desejasse.”

“Em Toronto você compra um vestido de noiva por menos do valor que você alugaria aí no Brasil. Acho que vou abrir uma loja de vestido de noiva em Juazeiro-Ba Rsrs. Brincadeira!”

“O que eu achei caro foram os cintos com strass e pérola, esses que as noivas gostam de colocar com o vestido. Os preços variavam de $180 a $650 dólares. Tive que comprar!”

“Os acessórios (véu, brincos, pulseira e colar) eu não comprei porque eu ganhei todos.”

“Outra coisa interessante é que aqui no Canadá não existe a cultura das duas alianças de ouro amarelo, geralmente a esposa ganha um anel de diamante e o noivo uma aliança comum de ouro branco. Mas eu quero as tradicionais, pois parece um anel. É muito estranho para nossa cultura usar esse tipo de aliança.”

“Minha makeup foi uma brasileira quem fez, ela cobrou ($130 = R$ 350) com a prévia. Não achei caro e amei o trabalho. O meu cabelo eu ganhei o penteado de uma amiga brasileira, mas se não tivesse ganhado seria ($60 = R$ 136). As unhas, eu fiz com outra amiga (presente também) e depois coloquei as unhas em gel no salão das chinesas. Aqui elas arrasam nesse tipo de unha. Custou ($55 =R$145) as unhas em gel.”

“Meu noivo alugou o terno e os acessórios dele por ($250 dólares/R$652) junto com as roupas dos padrinhos ($150 = R$ 397).”

“O vestido de cada madrinha saiu por ($180 = R$480), aqui também não aluga vestido para madrinhas e daminhas ($55 = R$145).”

“O fotografo me cobrou ($1200 = R$ 3800) Apenas fotos digitais, caso quisesse reveladas ou em um álbum o valor seria outro. esse valor estava incluso prévia, mais 5 horas de casamento. A maioria dos fotógrafos internacionais recebem por horas trabalhadas. Filmagem eu ganhei, mas havia feito alguns orçamentos e se fosse contratar ficaria ( $900 a 2000 dólares).”

Decoração da igreja

“Eu tinha em mente não gastar muito com a decoração, até porque o meu casamento estava marcado pela manhã e recepção não seria no mesmo lugar da cerimônia. Outro fator importante foi que escolhemos o espaço menor da igreja (no máximo cem convidados). Mesmo sendo um casamento simples, eu pude perceber que a decoração exige uma boa parte do dinheiro do nosso orçamento. Cada detalhe é um gasto. Eu já estava estressada, pois não sabia onde comprar as coisas, o que fazer, o que escolher, etc.”

“Esse mercado de assessoria para noivas é bem fraco em Toronto. Não é fácil alguém que te ajude com o dia do seu casamento. Então assessoria veio de minhas amigas.”

“A decoradora da igreja viu minha aflição nos deu de presente a decoração da igreja e meu buquê. Eu só precisei comprar algumas flores e vasos. Ela me levou numa floricultura que a igreja compra mais barato e lá escolhi as rosas. Gastamos $600 dólares com decoração.”

Recepção

“Nós escolhemos um restaurante que serve buffet dos mais variados tipos de comidas. De sushi a churrasco. Pagamos $25 (R$70) por pessoa, fora as bebidas que pagamos a parte.”

Presente de casamento

“Aqui o presente é um envelope com dinheiro. Achei super prático. Isso também equivale à data de aniversário. Geralmente nós brasileiros achamos meio sem graça não comprar algo para alguém e levar um envelope. Mas no meu casamento eu amei a ideia. Ganhamos muitos cartões!”

“Não vou dizer o valor que eu ganhei dos convidados, mas deu para custear todos os gastos do casamento e lua de mel. Até hoje eu recebo envelopes com presentes. Rsrs”

Lua de Mel

“Escolhemos uma cidadezinha chamada Niágara Falls, 1h e meia de Toronto.  Nós passamos três dias ($850 dólares de diárias). Só foi esse valor porque estamos no verão e escolhemos uma suíte especial.”

Niagara Falls è encantadora.

Imprevistos
“Eu tinha escolhido o bolo e uma madrinha iria me presentear. E por fim, tive que encomendar cinco dias antes do meu casamento um outro bolo. Imagine meu estresse, principalmente porque a brasileira disse que iria escolher o modelo mais simples que dava para fazer no momento.
Eu chorei e quase sumir com tudo isso. Rsrs
São por esses motivos que toda noiva precisa de uma assessoria. É a assessoria que se responsabiliza por todos os detalhes do seu casamento. Por mais simples que seja, contrate um profissional.”
 
“Esse primeiro bolo foi o que eu tinha escolhido.”
“Esse segundo foi o que deu para encomendar. Valor $ 180 dólares (400 reais)”
Quem quiser saber mais da saga de Clau Marques é só seguir, ela é uma blogueira incrível.
Fornecedores
Fotografia: Diego Moura I Bolo: Clelia Silva I Flores: hofland wholesale florist I Maquiagem: Eliene Dias

Cabeça de Noiva

O tradicional véu e grinalda completa o visual da noiva, mas desde que a tendência vintage invadiu o mundo do casamento o acessório aqui tem sido outro, hoje o assunto em destaque aqui não é ele, o véu tradicional, e sim o voilette que tem enfeitado a cabeça de muitas noivas. Gente, até parece que eu estou falando francês (e estou mesmo) a palavra voilette, é véu em Frances. É importante ressaltar que esse tipo de acessório dá um ar muito sofisticado para o look e é, com certeza, uma peça com grande destaque, portanto a noiva que escolher esse acessório deve ter em mente um vestido mais simples. Acredito que todos já saibam sobre minha paixonite pelo vintage. Há 7 anos quando fui casar não havia muito referência ao vintage e nas lojas de alugueis não possuíam nem acessórios e véus que fossem legais e nesse estilo. Fiquei arrasada, claro, usei uma tiara que engloba todas as peças, eram chamadas de grinalda antigamente.

Essa peça é usada desde a antiguidade por nobres, sacerdotes e guerreiros como símbolo de status social. Tiaras são normalmente de metal, enfeitadas com pedras e pérolas, podem ser finas, largas e duplas. A minha foi bem larga, cobria praticamente a cabeça toda, affff. Fora essa peça que escolhi, as únicas peças que tinham disponíveis na loja que aluguei eram as coroas, eu não havia decidido ainda qual seria meu penteado, mas de uma coisa eu tinha certeza, eu não queria usar coroa, na época eu achava uma coisa muito princesinha e até hoje não mudei de opinião, nada contra as coroas, mas não faz meu estilo, e o meu véu era na altura do cotovelo. Se o tempo pudesse voltar, ahhhhh se ele voltasse, muita coisa seria diferente, né mesmo?

Boa parte do que eu idealizei para meu casamento não foi realizado ou não ficou como eu queria, meu penteado, acessórios, vestido, e muitas coisas mais poderiam ser citadas, Mas eu não estava muito preocupada com detalhes. Fui uma noiva muito tranqüila, sem neura, a minha felicidade era saber que eu estaria casando e que estaria junto com meu amado para sempre. Para ser bem sincera ainda vejo dificuldade em algumas lojas em disponibilizar esse tipo de acessório, por este motivo irei colocar aqui alguns sites como referencia para ajudar a realizar o sonho de noivas retrô.

Sites nacionais:

Grindes

Site internacionais

Elizabete Munzlinger 

Milanoo

E o Light in the box,  esse link é exatamente o voilette que comprei e usei para fazer a foto a baixo:

Foto: Lenni Luz Fotografia

Mais inspirações de noivas usando o voilette para aguçar as ideias de vocês:

As imagens  foram retiradas do pinterest . Caso alguma delas  seja de sua autoria, entre em contato! Podemos  dar os créditos ou retirá-la do ar, como você preferir.

Making Of Externo

Hoje iremos falar sobre a escolha do local para as noivas se produzirem, o tão sonhado dia de princesa, todos a sua volta te bajulando é uma sensação maravilhosa.  A cobertura de  vídeos e fotografia desse momento é chamado de making-off e nesse momento mostramos tudo que acontece  durante a preparação da noiva e do noivo que muitos amigos e família não podem acompanhar mas ficam muito curiosos para saber como tudo aconteceu, além da bela lembrança que ficará guardada para os noivos. Mas ai bate aquela duvida, Hotel, casa da família ou salão de beleza? Quem pensou que só haveria essas possibilidades se enganou, um making- off externo para quem pensou em casar ao ar livre pode ser maravilhoso, se o tempo colaborar, rsrsrs, é um pouco arriscado claro, mas o resultado é fantástico. O decorador pode  montar um cantinho no próprio local onde será realizado o casamento, em baixo de arvores e na grama, com moveis do seu gosto, utensílios, jarros, flores e porta retratos com fotos suas ou de pessoas queridas, nada melhor do que exclusividade para os registros do making-off.  Uma das grandes vantagens de se arrumar no mesmo local da cerimônia é o deslocamento. Estar pronta e não ter de se deslocar no grande dia é uma preocupação a menos e facilita muito o trabalho dos fotógrafos e dos cinegrafistas.

Ter em mente  um plano B é sempre bom, Verifique se o local da festa pode disponibilizar um espaço coberto para o dia da noiva para caso o clima não esteja muito favorável e se o local tem claridade para trabalhar e espaço. Tenha em mente que três equipes estarão ao seu lado. O maquiador, o fotografo e o cinegrafista. Estes três profissionais precisam de claridade para trabalhar e espaço Por isto, ao escolher o local tenha em mente, que um local aberto, arejado e que permita a entrada de luz natural proporcionarão um conforto maior para você e para o trabalho deles. Não esquecer de deixar alguém responsável pelo lanchinho e água da noiva no momento do making-off, ninguém merece ficar com fome durante a cerimônia.  Alguns requisitos são imprescindíveis,  você precisa de um ótimo fotógrafo  (lembre que o barato sai caro), e também contratar um profissional qualificado para maquiagem e cabelo (e lembre de fazer a prova antes), não dispense a oportunidade só porque o maquiador ou cabeleireiro é um bom profissional, a prova do cabelo e maquiagem não é para testar o profissional, mas sim para saber se está de acordo com o seu gosto e se ficará como você realmente sonhou.

Pedimos a Raquel Nogueira para nos descrever qual foi a sensação de se arrumar ao ar livre:

”O meu sonho sempre foi ter as fotos do meu dia de noiva ou making of da noiva, diferente do tradicional, no ambiente do meu casamento, na proposta de natureza, leveza, romantismo, e assim foi! Me surpreendi ao chegar e encontrar aquele cantinho todo decorado e preparado para mim, Rosângela Sá preparou tudo com amor e o seu capricho, pensando claro como eu, nos registros que vocês veem agora.

A principio passei a minha manhã desfrutando da suíte e do cuidado em Spaço Sonia Nogueira, logo após ela que abraçou conosco esta ideia, fomos ao Rancho fazer penteado e maquiagem. Enquanto isso o noivo, amigos e padrinhos se arrumavam no Quality Hotel. 

Esses são os registro de um momento que para mim também foi sensacional, onde pude relaxar e aguardar a hora do SIM. Obrigada a equipe de SonSon, a RôJackeline com seus móveis deram o toque especial.”

Fotos: Rosangela Sá

Uma foto mais linda que a outra, o resultado não poderia ser diferente, todo making- off da noiva Raquel foi devidamente planejado e organizado, tudo com muito carinho e amor, é possível ver a simplicidade e o bom gosto na riqueza de cada detalhe presente.